O programa de prevenção ‘Giros’ integrou, até ao mês de outubro, mais de 11 mil jovens, prevendo-se que atinja cerca de 13 mil até ao final do ano.

O anúncio foi feito hoje, na Praia da Vitória, por Rui Luís, secretário regional da Saúde, após uma intervenção do programa dirigida a duas turmas da Escola Profissional da Praia.

“Estes são indicadores que nos deixam muito satisfeitos pela abrangência a que se chegou no espaço apenas de dez meses e em contextos diferenciados, desde o escolar, comunitário, laboral, recreativo e prisional”, destacou o secretário regional.

‘Giros’ assume-se como iniciativa da Secretaria Regional da Saúde, operacionalizada pela Casa do Povo de Santa Bárbara, na ilha Terceira, que visa efetuar ações no âmbito da prevenção de dependências e comportamentos aditivos na Região.

“O programa desenvolve-se através de uma unidade móvel e de uma equipa multidisciplinar que leva a cabo ações de proximidade, que utiliza estratégias preventivas que se dirigem à população em geral e a grupos específicos”, salientou.

Em termos de ações promovidas no eixo recreativo, efetuaram-se no último verão ações em seis ilhas dos Açores, nomeadamente Terceira, São Jorge, Graciosa, Santa Maria e Faial.

Em contexto escolar, o ‘Giros’ tem desenvolvido diversas atividades, por via de ações de sensibilização para os benefícios de estilos de vida saudáveis, alertando para os malefícios das dependências, numa dinâmica sobretudo lúdica.

“Uma das grandes vantagens deste projeto é o facto de poder intervir na mesma pessoa com abordagens diferenciadas e em diferentes contextos, promovendo fatores de proteção variados e transversais ao agregado familiar e à comunidade”, adiantou Rui Luís.

O secretário regional destacou, ainda, o facto desta medida fomentar o espírito crítico, as competências de decisão e os estilos de vida saudáveis.