A presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto, frisou a importância do Campeonato Europeu de Patinagem Artística de 2018 que, pela primeira vez, se realizou nos Açores.

A iniciativa, de acordo com a autarca, “traz benefícios não somente desportivos, mas também económicos, comerciais e turísticos”, tendo acrescentado que a Lagoa “é uma cidade acolhedora, com história e um património cultural muito importante”.

A edil falava no âmbito da receção que decorreu no Convento dos Franciscanos, em Santa Cruz, na Lagoa, onde estiveram presentes os representantes das seleções desportivas dos 13 países que participam no campeonato.

No decorrer da receção, Igor França, coordenador da área da Cultura da autarquia, apresentou a história do Convento dos Franciscanos, além de que as diversas instituições representadas tiveram oportunidade para um momento de troca de ofertas institucionais.

Após a cerimónia, os representantes europeus conheceram a gastronomia típica açoriana e lagoense, com ananás, bananas, figos, uvas e o bolo de banana da freguesia da Ribeira Chã, acompanhado de chá açoriano.

Teve, ainda, lugar a atuação musical de alguns elementos do Grupo Folclórico lagoense, o ‘O Grujola’, a fim de se promover a identidade açoriana.

O Campeonato da Europa de Patinagem Artística 2018 está a decorrer na Escola Secundária de Lagoa até ao dia oito de setembro.