All posts in Noticias Política

A leitura “é o único vício que verdadeiramente não faz mal”, defendeu Avelino Meneses

Avelino Meneses, secretário regional da Educação e Cultura, apelou os alunos açorianos a desenvolverem o gosto pela leitura.

No âmbito da entrega de prémios do Concurso Nacional de Leitura, que decorreu em Angra do Heroísmo, o secretário regional adiantou que “pelo domínio da leitura foram muitos os homens humildes que ganharam reconhecimento público e ameaçaram o domínio tradicional, arbitrário, dos mais poderosos”.

A Fase Regional do Concurso Nacional de Leitura integrou, pela primeira vez, alunos do primeiro e segundo ciclo, sendo que a edição deste ano contou com a participação de escolas de São Miguel, Terceira, Pico e Faial.

O Concurso Nacional de Leitura assume-se como uma iniciativa do Plano Nacional de Leitura e tem por intuito fomentar o gosto pela leitura e um maior contacto dos alunos com os livros.

Jovens têm o desafio de retomar as ligações entre os arquipélagos da Macaronésia

Avelino Meneses, secretário regional da Educação e Cultura, salientou que a geração atual tem como desafio a retoma das ligações entre os arquipélagos da Macaronésia.

No âmbito do encerramento do IV Encontro Juvenil do Altântico – CriaPoesia, o secretário regional adiantou que o “reencontro” da Macaronésia, que integra os arquipélagos dos Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde, está nas “mãos dos jovens”.

Avelino Meneses aproveitou, ainda, para destacar a importância da poesia enquanto um dos maiores bens culturais que ancora o desenvolvimento da economia e da sociedade.

A quarta edição do CriaPoesia contou com a participação de mais de 700 alunos das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores e da República de Cabo Verde. A iniciativa visa o incentivar a produção escrita em Língua Portuguesa e promover o gosto pela poesia visual e pela leitura de poesia.

É fundamental “ouvir os jovens para melhor definir as políticas de juventude”

Lúcio Rodrigues, diretor regional da Juventude, destacou a importância de ouvir os jovens e registar os seus contributos para melhor definir as políticas de juventude.

A intervenção do diretor regional decorreu no âmbito Cimeira do Associativismo e Juventude 2018, na ilha de Santa Maria, iniciativa que visa desafiar os jovens a contribuir com novas ideias e sugestões para a definição de políticas locais de juventude.

O diretor regional fez referência ao contributo que o Governo Regional tem fornecido no desenvolvimento de políticas de proximidade com os jovens, situação que considerou “fundamental para atrair os jovens e para o exercício pleno de uma cidadania ativa”.

Lúcio Rodrigues elogiou, ainda, a Federação Nacional das Associações Juvenis por ter incorporado as Regiões Autónomas neste tipo de iniciativas.

A Cimeira do Associativismo e Juventude 2018 englobou 21 representantes de associações do Registo Açoriano de Associações de Juventude e de autarquias, oriundos de sete ilhas dos Açores.

Secretaria Regional da Educação e Cultura vai conceder um apoio financeiro de 314 mil euros

De acordo com uma portaria publicada, hoje, em Jornal Oficial, a secretaria regional da Educação e Cultura vai atribuir verbas no valor de 314 mil euros à Escola Secundária Domingos Rebelo.

O apoio financeiro destina-se ao fornecimento de transportes escolares de carreira pública para a escola mencionada, relativamente ao ano letivo de 2018/2019.

Deputados do PSD na Assembleia da República defendem alteração do horário dos exames nacionais a nível regional

Berta Cabral e António Ventura, deputados do PSD/A na Assembleia da República, pretendem que o Governo altere, no próximo ano letivo, a hora de início dos exames nacionais.

Os social democratas exigem que os exames tenham início às 9h30 na Região Autónoma dos Açores, correspondendo às 10h30 em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira.

“Nos Açores, devido à diferença horária face a Portugal continental, os exames começam uma hora mais cedo, nomeadamente às 8h30 e, portanto, têm de se apresentar para exame cerca das 08h00” – explicou António Ventura.

O parlamentar adiantou que, nos Açores, a maioria dos estudantes não dispõe de transporte próprio, estando, assim, dependente dos transportes públicos assentes em horários fixos.

“A orografia, a dispersão populacional, a rede viária e os horários dos transportes públicos farão com que muitos estudantes açorianos tenham de acordar várias horas mais cedo, para estarem atempadamente na escola para a realização dos exames nacionais” – salientou o social democrata.

Os deputados destacaram a importância do sono e da sua qualidade para os resultados educativos dos alunos e esperam que a tutela confira a devida atenção à proposta de alteração.

‘Lar das Criancinhas da Horta’ com apoio da Câmara Municipal da Horta

A Câmara Municipal da Horta irá fornecer um apoio financeiro na ordem dos dois milhões de euros para a reabilitação do Lar das Criancinhas da Horta.

O apoio financeiro destina-se aos arranjos exteriores, dotando o espaço de infraestruturas modernas nas áreas de creche, jardim-de-infância e centro de atividades de tempos livres.

José Leonardo Silva, presidente da autarquia, salientou que o projeto em questão se constitui como uma mais-valia para a comunidade faialense, para a instituição e, sobretudo, para as crianças.

O projeto assume-se como um compromisso eleitoral do Governo Regional que procura adaptar a atual estrutura do ‘Castelinho’ às condições adequadas e exigências da atualidade. Prevê-se que as instalações estejam concluídas já no próximo ano letivo.

‘Educação Empreendedora: o Caminho do Sucesso’: um projeto com forte alcance

O projeto ‘Educação Empreendedora: o Caminho do Sucesso’ está a ser desenvolvido em 45 escolas dos Açores no presente ano letivo, tendo alcançado 3000 alunos açorianos.

No âmbito da conferência ‘Faz Acontecer Talks’, na Praia da Vitória, Berto Messias, secretário regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares, salientou que o projeto tem vindo a englobar 20.000 jovens açorianos ao longo dos últimos seis anos.

“Os Açores têm hoje uma geração nova mais predisposta para participar ativamente na construção do seu futuro, nas suas diversas vertentes, muito graças aos programas de fomento do empreendedorismo desenvolvidos pelo Governo dos Açores” – frisou o secretário regional.

A conferência ‘Faz Acontecer Talks’ assume-se, na ótica de Berto Messias, como um “importante contributo para a afirmação de uma cultura empreendedora e proativa perante a vida, não circunscrita a uma perspetiva empresarial”.

Azores Trail Run com apoio da Câmara da Horta

A Câmara Municipal da Horta celebrou um protocolo de cooperação financeira com o Clube independente de Atletismo Ilha Azul (CIAIA), no valor de dez mil euros.

O protocolo visa a organização da prova internacional Azores Trail Run. José Leonardo Silva, presidente da Câmara Municipal da Horta, destacou a importância da iniciativa em questão enquanto prova que promove os Açores e, sobretudo, a ilha do Faial, envolvendo meios de comunicação social de diversos países.

“É fundamental crescermos ao nível do turismo se queremos ter mais economia e mais gente. Temos de encarar isto como um desafio que vai beneficiar o Faial” – concluiu o autarca.

Cartão Interjovem “é muito mais do que um passaporte para os jovens se deslocarem aos vários festivais de verão”

Berto Messias, secretário regional dos Assuntos Parlamentares, defendeu que o Cartão Interjovem se apresenta como um “importante passaporte para a mobilidade juvenil” e como “um forte instrumento de coesão regional”.

No âmbito da apresentação do Cartão Interjovem, em Angra do Heroísmo, o secretário regional adiantou que a coesão regional também resulta de instrumentos como o cartão em questão, o qual “fomenta a mobilidade interna, contrariando divisionismos”.

Na ótica de Berto Messias, “quanto maior for a mobilidade juvenil dentro dos Açores, mais unida e coesa será a Região no futuro”. A deslocação dos jovens a outras ilhas permite, de acordo com o secretário regional, que se adquira uma perceção das características inerentes a cada ilha.

O Cartão Interjovem “é muito mais do que um passaporte para os jovens se deslocarem aos vários festivais de verão que ocorrem na Região” – frisou.

O cartão deste ano passará a ser disponibilizado para compra através de aplicação para smartphone, fornecendo descontos no que respeita a passagens aéreas e acessibilidades marítimas, descontos em estadias e acesso gratuito aos centros interpretativos, aos museus e aos parques naturais da Região.

A validade do cartão Interjovem dura um ano a partir da sua aquisição, apresenta um custo de 40 euros e destina-se a jovens entre os 13 e os 30 anos.

Candidaturas ao Concurso Regional de Empreendedorismo a partir de maio

De 1 de maio a 15 de junho decorrerá o período de candidaturas ao Concurso Regional de Empreendedorismo, promovido pela vice-presidência do Governo Regional.

A iniciativa destina-se a pessoas com mais de 18 anos, individualmente ou em grupo, que apresentem projetos que se destinam à criação de negócios inovadores, exequíveis e que respondam às necessidades do mercado.

Prevê-se a entrega de um vídeo, onde se expõe a ideia de negócio, bem como, a realização de uma curta de apresentação por parte de cada equipa perante o júri. De 1 de setembro a 15 de outubro terá lugar a segunda fase do concurso, que assenta na formação específica e consultadoria aos concorrentes selecionados, com vista ao desenvolvimento das ideias de negócio apresentadas.

Os planos de negócio serão entregues durante o período de 16 a 30 de outubro, sucedendo-se o processo de seleção pelo júri, onde serão apurados três projetos vencedores.

Será atribuído um prémio de 25 mil euros ao primeiro classificado, de 20 mil euros ao segundo e de 15 mil euros ao terceiro.

O concurso visa, sobretudo, a criação de empresas nos Açores a partir dos projetos a concurso, a par do fomento da capacidade de iniciativa, da criatividade e do comportamento empreendedor.