All posts in Noticias Cultura

Festival Termómetro a dez de novembro

O Festival Termómetro terá lugar no Coliseu Micaelense a dez de novembro, pelas 21h30.

O evento de âmbito nacional conta com o apoio da Câmara Municipal de Ponta Delgada e trará os grupos ‘The FAQs’ e ‘Burgueses’.

No mesmo espetáculo será apresentada a banda ‘Bluish’, que será a segunda a atuar naquela que será a 24.ª edição da iniciativa. Vera Vaz e João Farmhouse estrearam-se a seis de maio de 2017 na Igreja St. George em Lisboa e, desde então, já pisaram palcos no Serralves em Festa, no Porto, nas DAMAS, na ZDB, no Mucho Flow Fest em Guimarães, entre outros.

Os ‘Bluish’ também atuaram na venue Vera em Groningen, na sua recente tour europeia com datas em Paris, Praga e Reino Unido.

A entrada terá um custo de três euros, sendo que os bilhetes estão à venda na bilheteira do Coliseu Micaelense e em: https://bol.pt/.

 

 

Outono Vivo, o maior festival literário e cultural dos Açores

Até ao próximo dia 11 de novembro decorre o Outono Vivo 2018, que trará à Praia da Vitória nomes da literatura, do teatro, da música e de outras artes a nível nacional.

Durante 17 dias terão lugar apresentações de livro de escritores conhecidos, peças de teatro, cinema, poesia, espetáculos musicais, exposições, mesas redondas, conferências, formações e workshops de teatro.

Estarão ao dispor mais de 50 mil livros na feira do livro e, como novidade, um festival gastronómico promovido por restaurantes do concelho.

Trata-se da maior feira do livro que se realiza na Região em parceria com a ‘Papelaria 96’, fornecendo em média 20 mil títulos, de 30 grupos editoriais, destacando-se as estreias da editora Alfaguara e da Fundação Francisco Manuel dos Santos.

Na sessão de abertura inauguraram-se três exposições, designadamente ‘Hipérbole’, de Pedro Lopes, uma mostra de caricaturas de 11 escritores e poetas portugueses, entre eles Vitorino Nemésio.

Também foi inaugurada a exposição ‘Nuvens’, de Carlota Monjardino, e ‘Fragmentos de Conversas’, uma mostra de vários artistas plásticos alusiva aos vários debates do ciclo ‘Conversas às 8’, um evento de partilha e reflexão sobre temas alusivos à infância.

João da Ilha apresenta novo álbum

O artista açoriano João da Ilha irá apresentar o seu novo álbum, intitulado ‘Mares da Indecisão’, a 17 de novembro na Sala do Alpendre Grupo de Teatro, em Angra do Heroísmo.

Na voz e guitarras, João da Ilha convida ao palco Nuno Pinheiro, nas percussões, Timmy Lima, nas guitarras, Paulo Cunha, no contrabaixo, e Sofia Dutra, na voz.

O novo álbum do artista já se encontra disponível em todas as plataformas digitais e com edição física lançada este mês.

No álbum o artista reporta-nos para uma insularidade, em que a condição de ilhéu se apresenta como um privilégio.

“Este novo álbum consiste num conjunto de 12 canções, algumas absolutamente inéditas e outras mais antigas repescadas da gaveta criativa, em que me debruço sobre a ilha, sobre emoções decorrentes de vivências muito pessoais e sobre um enorme estado de indecisão”, explicou o artista.

João da Ilha é colaborador da MiratecArts e integra a campanha ‘Hoje Açores Today – 20 projetos musicais açorianos mais além’.

 

Abertas inscrições para Gala dos Pequenos Cantores Caravela D’ouro da Povoação

Até ao dia 31 de dezembro estão abertas as inscrições para a 28.ª edição da Gala Regional dos Pequenos Cantores Caravela D’ouro da Povoação.

Podem participar na gala, individualmente ou em grupo, crianças que, até ao último dia do prazo para a apresentação das candidaturas, tenham no mínimo cinco anos e no máximo dez.

A duração de cada canção não poderá ultrapassar os três minutos, devendo ser inédita e enquadrar-se no universo infantil. Não é permitida a seleção de canções já premiadas noutros festivais.

Os intérpretes, autores e compositores ,concorrentes ou seus representantes devem inscrever-se pessoalmente, através de impresso próprio, na Câmara Municipal da Povoação ou por carta registada com aviso de receção, dirigida à Comissão Organizadora da iniciativa, Câmara Municipal da Povoação 9650-411 Povoação.

No site da Câmara, na galeria dos regulamentos, está disponível para consulta o regulamento, a ficha de inscrição e as declarações para a Gala Caravela D’ouro, edição de 2019.

Trata-se de um acontecimento anual organizado pela autarquia povoacense que visa estimular a criação artística, o aparecimento de novos talentos e estreitar os laços culturais entre os concorrentes e o município da Povoação.

 

WOMEX com presença dos Açores

Pela primeira vez os Açores estiveram visíveis na WOMEX, a maior e mais importante feira de música do mundo.

Em Las Palmas, Gran Canária, por via de uma montra dedicada ao trabalho de 20 projetos musicais açorianos e ao Festival Cordas que está nomeado para ‘Best Newcomer’ no Transglobal World Chart Festival Awards, destacando a MiratecArts e promovendo os Açores enquanto destino de férias, de trabalho e de cultura artística.

Com duração de cinco dias, o evento consistiu no encontro musical mais diversificado do mundo, integrando 2700 profissionais de música de 92 países, mais de 60 artistas musicais no palco, filmes e documentários de todo o mundo.

A iniciativa também englobou sessões de conferência, oportunidades de orientação com mais de 60 especialistas, incluindo mesas redondas, reuniões de rede, apresentações e concertos num programa de 16 horas diárias.

“Fizemos história com esta participação. Não só por estar presente na feira com uma montra pela primeira vez, mas porque estamos a levar o trabalho de vários artistas açorianos, mostrando que a nossa Região também é produtiva no mundo da música”, salientou Terry Costa, diretor artístico da MiractecArts.

A MiratecArts apresentou 20 projetos musicais, por via de uma coletânea virtual, onde incentivou os produtores e apresentadores de música a escolherem os seus preferidos, enquanto dava a oportunidade de receberem umas mini-férias nos Açores.

“Temos que ser criativos nas próprias apresentações pois o que não falta são centenas de pessoas a vender o seu trabalho. Este meio de apresentar os Açores foi falado por toda a feira, dando muito mais visibilidade ao projeto e aos Açores, com centenas de pessoas a visitarem a montra”, frisou o diretor artístico.

O resultado foi positivo, uma vez que surgiram oportunidades para dois projetos musicais participarem no Seoul Music Week e, ainda, um projeto em processo de adjudicação para Tenerife.

“Isto é um ganho tremendo porque cada vez que um artista sai dos Açores para apresentar o seu trabalho está diretamente a promover a nossa Região. Não se pode pedir promoção melhor que esta”, garantiu.

Na primeira fase participaram os artistas BekaWak, Bia, Bruma Project, Bruno da Rosa, Fato of the Land, Horta G, Hugo Almeida, João da Ilha, King John, Luís Alberto Bettencourt, Luís Barbosa, Myrica Faya, Nina, Rafael Carvalho, Raquel Dutra, Ronda da Madrugada, Sara Cruz, Sonasfly, Swift, Triigga e WE SEA.

Os artistas que participaram nesta campanha, Hoje Açores Today, fazem parte da plataforma http://www.discoverazores.org/ liderada pela MiratecArts e com o apoio da Direção Regional do Turismo dos Açores.

https://mail.google.com/mail/u/1/#inbox/FMfcgxvzLNbtwpxKZKzmWWLhFlgZGGSF?projector=1

Even Bigger Group – Encontro de Música Improvisada no Arco 8

Nos dias 23 e 24 de novembro, o Arco 8, em Ponta Delgada, acolherá o evento ‘Even Bigger Group – Encontro de Música Improvisada’.

A iniciativa contará com diversos workshops, concertos e sessões de Jam, tendo como base a música improvisada e a liberdade musical. As inscrições deverão ser efetuadas via e-mail para o endereço luispcsenra@gmail.com.

O ‘Even Bigger Group’ surge como comemoração dos dez anos do ‘Big Group in Ponta Delgada’.

Neste contexto, importa relembrar que há dez anos atrás, no âmbito do Festival Jazzores, reuniu-se uma comunidade de músicos açorianos, nacionais e internacionais no palco do Coliseu Micaelense, guiada pelo Daniel Carter, sob designação de ‘Big Group in Ponta Delgada’.

A música que daí surgiu, assente na improvisação livre e comunicação entre músicos, foi gravada e editada pela 577 Records e revelou-se um marco importante na apresentação de novos caminhos e abordagens na arte e na música improvisada.

 

Yami lança novo single e vídeo

‘Quis o Amor’ é o novo single de Yami, um trabalho que expressa o que artista sente pelas pessoas que lhe são “realmente próximas”.

“Como a música é partilha e amor, no vídeo ao ficar na sombra quis precisamente mostrar que poderá ser cada um de vocês, qualquer um de vós poderá estar sentado nesta cadeira e cantar estas mesmas palavras”, afirmou o artista.

Intérprete, produtor, compositor e baixista, Yami tem colaborações com diversos artistas nacionais e internacionais, como Anna Maria Jopek, Demmis Roussus, Marito Marques, Paulo de Carvalho, Sara Tavares, entre muitos outros.

 

 

Lançamento do álbum dos BRUMA Project na Madalena

No próximo dia dez de novembro, o Auditório da Madalena recebe, pelas 21h30, o concerto de lançamento do álbum de estreia dos BRUMA Project.

Com origem em 2016, o grupo une a música insular, as sonoridades jazzísticas e a improvisação, por via de um novo olhar dedicado ao espólio musical açoriano tradicional e de autor.

Em palco serão revisitados temas como ‘O Sol’, ‘Os Bravos’, ‘A Chamateia’ ou a ‘Cantiga da Terra’, através do improviso e da partilha entre os músicos e artistas convidados.

De referir que os bilhetes para o concerto têm um custo de oito euros para adultos e de quatro euros para crianças até aos dez anos de idade. Os bilhetes encontram-se à venda na receção do Auditório da Madalena, podendo ser adquiridos nos dias úteis das 08h30 às 13h00 e das 14h00 às 16h00 ou, ainda, duas horas antes do espetáculo.

 

Projeto ‘Todos Juntos Podemos Ler – Açores’

O projeto ‘Todos Juntos Podemos Ler – Açores’, desenvolvido em parceria com a Fundação PT e implementado pela Rede Regional de Bibliotecas Escolares dos Açores, visa conferir oportunidades de leitura para todos os alunos através da criação de bibliotecas escolares inclusivas.

A Fundação PT tem-se afirmado como motor de uma nova lógica social assente na inclusão digital das populações com necessidades especiais.

De referir que as soluções tecnológicas de acessibilidade às comunicações apoiadas pela Fundação PT, adaptadas às necessidades dos cidadãos com deficiências, possibilitam o acesso à atividade escolar, profissional e social deste segmento da população. A fundação mencionada contribui, assim, para a Inclusão Digital de todos.

A carta de compromisso assinada entre a Direção Regional da Educação e a Fundação PT tem permitido dotar as bibliotecas escolares de doze unidades orgânicas, designadamente a EBI Roberto Ivens, EBI Ribeira Grande, EBI Capelas, EBI Arrifes, EBS Povoação, EBS Tomás de Borba, EBI Água de Pau, EBI Rabo de Peixe, entre outras.

De salientar que a 15 de maio, a Direção Regional da Educação, através da Rede Regional de Bibliotecas Escolares, em parceria com a Fundação PT assinou na EBI da Ribeira Grande o terceiro aditamento da carta de compromisso.

No auditório da Escola Básica integrada da Maia, a dois de novembro pelas 10h30, serão entregues as soluções tecnológicas de acessibilidade às comunicações às três novas bibliotecas escolares com o projeto, nomeadamente EBI da Maia, ES de Laranjeiras e ES de Nordeste.

Projeto ‘Todos Juntos Podemos Ler’ abrange mais de 200 alunos

Na próxima sexta-feira, dia dois de novembro, a Direção Regional da Educação (DRE) e a Fundação PT irão assinar o terceiro aditamento à carta de compromisso do protocolo no âmbito do projeto ‘Todos Juntos Podemos Ler’.

A assinatura terá lugar na Escola Básica Integrada da Maia, na ilha de São Miguel, sendo que a carta mencionada tem permitido dotar as bibliotecas escolares de doze unidades orgânicas dos Açores de software e equipamentos que facilitam a comunicação.

O projeto referido, nesta quarta edição, irá abranger 209 alunos das escolas básicas integradas Roberto Ivens, Ribeira Grande, Capelas, Arrifes, Água de Pau, Rabo de Peixe e da Maia e das secundárias da Povoação, Nordeste e de Laranjeiras, em São Miguel. Também serão abrangidas as escolas básica integrada da Praia da Vitória e secundária Tomas de Borba, na Terceira.

‘Todos Juntos Podemos Ler’ assume-se como um projeto que visa, sobretudo proporcionar oportunidades de leitura para todos os alunos, por via da criação de bibliotecas escolares inclusivas.

Procura, ainda, assegurar reais oportunidades de leitura para todos os alunos, apresentando-se como espaço para o desenvolvimento das literacias da leitura, dos média e da informação.

Por seu turno, a Fundação PT afirma-se como motor de uma nova lógica social que tem por base a inclusão digital das populações com necessidades especiais.  As Soluções Especiais subsidiadas pela Fundação PT, adaptadas às necessidades dos cidadãos com deficiências, possibilitam o acesso à atividade escolar, profissional e social deste segmento da população.

×
Mega Jovem