All posts in Noticias Cultura

Bruma Project apresenta CD em cinco ilhas açorianas

A tour de apresentação do disco de estreia dos Bruma Project passará por cinco ilhas açorianas.

O concerto de lançamento terá lugar no Centro Cultural e de Congressos, em Angra do Heroísmo, no próximo dois de novembro, seguindo-se o Coliseu Micaelense, em Ponta Delgada, a três de novembro.

A nove de novembro encontra-se agendada a atuação no Auditório Municipal das Velas, sendo que a dez de novembro a passagem será pelo Auditório Municipal da Madalena, no Pico. A tour termina a onze de novembro, no Teatro Faialense, na Horta.

A par dos convidados especiais para cada concerto, estarão em palco Sara Miguel na voz, Roberto Rosa, no fliscorne e trompete, Luís Senra, no saxofone tenor, Zeca Sousa na guitarra e viola da terra, Michael Ross, no contrabaixo, Gonçalo Moreira no piano e Mário Costa na bateria.

Os Bruma Project assumem-se como um projeto de confluência atlântica que une a música insular a sonoridades do Jazz e à improvisação. O grupo surgiu do objetivo de apresentar uma visão diversa sobre a música açoriana tradicional e de autor.

A Associação MiratecArts apoia a estreia do Bruma Project com a presença da Viola da Terra do Cordas. Bruma Project faz parte da campanha Hoje Açores Today, lançada este mês, e que leva o nome de 20 projetos musicais açorianos além-fronteiras.

 

‘Mar Me Quer’ no Estúdio 13

A três de novembro, pelas 21h30, o Estúdio 13 – Espaço de Indústrias Criativas irá acolher o espetáculo ‘Mar Me Quer’, uma produção do Alpendre Grupo de Teatro da ilha Terceira.

O espetáculo tem por base um texto de Mia Couto e integra no elenco nomes como Belarmino Ramos, Luís Cabral, Markus Trovão, Paula Andrade e Soraia Aguiar.

“Esta é uma estória sobre cada uma das meninas dos nossos olhos. Meninas com olhos cor de mar durante a noite, que se afogam no desejo de o olhar, que se despem da vida e despedem dos homens, deixando-os doidos até à loucura de os apagar”, refere-se acerca do espetáculo.

Os bilhetes, sob um custo de 7,5 euros, podem ser adquiridos no Estúdio 13 e as reservas devem efetuadas através do e-mail: estudio13.geral@gmail.com.

Jornadas da Juventude Empreendedora em novembro

No próximo mês de novembro realiza-se a quarta edição das Jornadas de Juventude Empreendedora, uma iniciativa da Câmara Municipal da Horta que visa dar voz aos mais novos nas mais variadas vertentes, desde as artes, à economia e ao desporto.

O anúncio foi efetuado por José Leonardo Silva, presidente da Câmara Municipal da Horta, no âmbito da sessão de assinatura de um contrato de colaboração entre a Escola Secundária Manuel de Arriaga, a APADIF – Associação de Pais e Amigos dos Deficientes da ilha do Faial, a Urbhorta, entre outras entidades.

“A sinergia de todas estas entidades para que se faça um programa de motivação para que cada um de vós consiga realizar o vosso e se inserir numa atividade profissional é muito relevante. Todos podem e devem, dentro da sua vocação dar o seu máximo. Isso é que é importante, isso é que nos cativa”, referiu o edil aos alunos dos Cursos de Formação Vocacional.

Na ótica de José Leonardo Silva, os cursos mencionados visam a aquisição de conhecimentos essenciais em disciplinas estruturantes e, simultaneamente, possibilitam um primeiro contacto com diferentes atividades vocacionais, potenciadoras do desenvolvimento de capacidades.

Concurso Juvenil de Poesia: Açores, Cabo Verde, Canárias e Madeira

A CRIAMAR – Associação de Solidariedade Social para o Desenvolvimento e Apoio a Crianças e Jovens lança, pelo quinto ano consecutivo, o concurso CriaPOESIA – Encontro Juvenil do Atlântico.

A iniciativa é dirigida a alunos do terceiro ciclo e secundário dos arquipélagos da Madeira, Açores, Cabo Verde e Canárias e consiste num concurso de poesia e poesia visual.

O concurso, para além da valorização da Língua Portuguesa e da expressão artística dos jovens poetas insulares, visa reunir no mesmo espaço geográfico todos os participantes, num fim de semana, de 11 a 12 de maio, focado na poesia e no diálogo entre as várias culturas da Macaronésia.

A data limite para inscrição e entrega de trabalhos é até ao dia nove de janeiro de 2019 e o ‘fim de semana poético’, em que se realiza a cerimónia de entrega de prémios terá lugar no Funchal de 11 a 12 de maio.

No ano letivo 2015/2016, a organização juntou cerca de 200 participantes entre alunos e professores e contou com apadrinhamento por parte do poeta José Agostinho Baptista. Já em 2016/2017, o número de participantes na viagem aumentou para 300 madeirenses e açorianos, sendo o padrinho dessa edição o escritor Válter Hugo Mãe.

No ano letivo transato, a iniciativa bateu o recorde de 600 concorrentes a bordo do navio ‘Lobo Marinho’, de vários concelhos da Madeira, Açores e Cabo Verde.

Esta iniciativa é promovida no âmbito do protocolo de cooperação estabelecido com as Secretarias de Educação das Regiões mencionadas.

De referir que a CRIAMAR – Associação de Solidariedade Social para o Desenvolvimento e Apoio a Crianças e Jovens, reconhecida oficialmente como instituição de utilidade pública, é uma proposta de intervenção de cariz humanista, nascida em 2007.

Inauguração da exposição de pintura ‘Nuvens’ de Carlota Monjardino

A Academia de Juventude e Artes da ilha Terceira, na Praia da Vitória, acolherá a 26 de outubro, pelas 20h00, a inauguração da exposição ‘Nuvens’, de Carlota Monjardino.

A inauguração será enquadrada na abertura do evento Outono Vivo, sendo que a exposição contará com 15 quadros da artista terceirense e estará patente ao público até ao dia 11 de novembro.

De acordo com Carlos Severino, “na pintura de Carlota Monjardino, o tema das nuvens ou, se preferir, do céu dos Açores, com todos os elementos que o caracterizam tem sido uma constante na construção da sua pintura. Naturalmente que não surge um céu por si só, mas faz-se acompanhar de um mar que está em todo o lado”.

Natural de Angra do Heroísmo, Carlota Monjardino licenciou-se em Pintura pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. Durante seis meses frequentou a Facultad de Bellas Artes de la Universidad Politecnica, em Espanha, no âmbito do projeto Erasmus.

Entre 1996 e 2016, realizou 27 exposições individuais na Terceira, São Miguel, São Jorge, Graciosa, Lisboa, Ponte de Lima, Valência-Espanha e em Tulare- Estados Unidos da América.

Participou em inúmeras exposições coletivas nos Açores, Lisboa, Porto, Gouveia, Espanha, Bermuda, New Bedford, Eisenstadt, Cuenca, Dénia, Bruxelas, Paris, entre outros.

A exposição assume-se como uma iniciativa do Instituto Açoriano de Cultura e do Município da Praia da Vitória através da Cooperativa Praia Cultural.

‘Corpo Body Artfest’, o novo projeto da MiratecArts

De 20 a 22 de junho, na ilha do Pico, decorrerá a primeira edição do novo projeto da MiratecArts intitulado ‘Corpo Body Artfest’, cujo programa será enquadrado no maior festival internacional de Artes nos Açores, o Azores Fringe.

“Desde a pintura facial e corporal à tatuagem e piercings, tudo que os artistas decidirem que faz parte de arte corporal é bem-vindo. A criatividade, a democracia de participação e o apoio ao desenvolvimento através das mais variadas formas de arte é o objetivo que fazemos desta ilha para o mundo”, afirmou Terry Costa, diretor artístico da associação MiratecArts.

‘Nunca é tarde demais para entrar na fantasia’ assume-se como o mote deste novo programa que foi incentivado pela participação do artista Vitor Oliveira no maior festival de pintura corporal, o World Bodypainting Festival que ocorreu na Áustria, no verão.

O júri internacional classificou o trabalho de Vitor Oliveira e deu a Portugal a posição 15 entre mais de 50 países participantes.

Colaborador da MiratecArts desde o seu início, Vitor Oliveira é colaborador da MiratecArts desde o seu início e no Corpo Body Artfest pretende liderar workshops e apresentar um novo trabalho de pintura corporal.

Os artistas interessados em inscreverem-se no Azores Fringe Festival podem fazê-lo através do documento-proposta, disponível no site http://mirateca.com/fringe/default.aspx.

Outros dos programas já anunciados incluem o V Encontro Pedras Negras dedicado à escrita, a acorrer de 24 a 27 de maio, na ilha das Flores, sendo que de sete a dez de junho será realizado o terceiro Encontro & Expedição Fotográfica, na ilha Graciosa.

 

 

‘Atelier do Ser’ na Madalena

O Centro de Formação Artística da Câmara Municipal da Madalena irá acolher, a 27 de outubro, a partir das 18h, o Atelier do Ser com diversas atividades, entre as quais pintura intuitiva, dança de expressão livre, meditação e sons experimentais.

O atelier será ministrado por Ana Proença e José Branco, numa lógica de fomentar o equilíbrio entre corpo e mente e libertar bloqueios emocionais.

A participação não requer inscrição prévia ou experiência nas atividades, destinando-se a todos os interessados.

 

 

Outono Vivo com apresentação do primeiro volume da obra de Vitorino Nemésio

A apresentação do primeiro livro das obras completas do escritor açoriano Vitorino Nemésio, ‘Poesia’, ocorrerá na Academia de Juventude e Artes da Ilha Terceira (AJAIT), no âmbito da 13.ª edição do Outono Vivo 2018.

O volume, que resulta de uma parceria entra a editora Companhia das Ilhas e a Imprensa Nacional – Casa da Moeda, integra a poesia publicada pelo autor no período entre 1916 e 1940.

Os leitores terão, assim, a oportunidade de conhecer os poemas da juventude do escritor, bem como a evolução até à maturidade.

“É com orgulho que assisto à reedição da obra de uma das figuras mais ilustres da Praia da Vitória, Vitorino Nemésio. A apresentação do primeiro volume da sua obra no Outono Vivo enriquece quem nos visita, contribuindo para aproximar as diferentes gerações”, salientou Carlos Armando Costa, vereador da Cultura da autarquia praiense.

Na ótica do vereador, o Outono Vivo assenta numa partilha de experiências entre gerações, potenciando o acesso aos mais variados temas de interesse.

“Naturalmente, optamos sempre por valorizar e enaltecer o que é nosso, até porque sensibilizar as camadas jovens é uma das prioridades deste certame”, frisou Carlos Armando Costa.

Na perspetiva de Luiz Fagundes Duarte, coordenador editorial e científico da obra, esta edição tem por objetivo principal disponibilizar os poemas de Nemésio da forma mais fiel possível.

Para o responsável pela editora Companhia das Ilhas, Carlos Alberto Machado, atualmente não existem títulos no mercado sobre o escritor, “o que leva a que a grandiosidade da sua obra não seja tão conhecida junto das pessoas, principalmente das novas gerações”.

Em 1965, Nemésio recebeu o Prémio Nacional de Literatura e, em 1974, o Prémio Montaigne. De referir que o termo ‘açorianidade’ foi criado pelo escritor num artigo, publicado em 1932, alusivo à condição histórica, geográfica, social e humana do ser açoriano.

A sua obra integra títulos na área da ficção, poesia, ensaio e crítica, assim como da crónica, nomeadamente ‘Festa Redonda’, ‘Nem Toda a Noite a Vida’, ‘O Pão e Culpa’, ‘O Verbo e a Morte’, ‘O Cavalo Encantado’, entre muitos outros.

Novo single dos ‘Banho Maria’ já disponível

‘Mais um Fado no Fado feat. Quarteto Pizzicato’ é o novo trabalho dos Banho Maria, onde o sentimento de perda se encontra bem patente.

O contributo do quarteto feminino de cordas, Pizzicato, constitui-se como base da tonalidade da versão produzida por Nuno Roque.

É possível ouvir o single em: https://www.youtube.com/watch?reload=9&v=n4Zc4gV9Rbg&feature=youtu.be .

Carolina Cardetas prepara-se para lançar novo single

‘Loiro, Moreno’ é o segundo single de Carolina Cardetas que será lançado a 26 de outubro.

No seu novo trabalho, a artista apostou numa sonoridade ‘electroswing’, tratando-se de uma canção sobre escolhas, muitas vezes, apressadas por parte de um coração adolescente.

O álbum será editado ainda este ano, numa abordagem ao estilo swing dos anos 20 em mistura com a atualidade através do uso de uma linguagem pop contemporânea.

Carolina Cardetas ficou conhecida do grande público com nove anos ao participar no programa ‘Uma Canção Para Ti’, onde foi finalista. Integrou, também, o programa ‘A Tua Cara Não Me é Estranha Kids’.

Desde 2012, a jovem é convidada a participar nos concertos da Orquestra Smooth, tendo passado pelo Casino Estoril. Atualmente estuda Jazz no Conservatório de Música de Coimbra e lançou o seu primeiro single ‘Amor de Verão’ em junho de 2018.

×