Blog Grid 3 Columns Layout with Sidebar

Rúben Correia ameaçado após publicação de artigo

O jovem escritor e empresário açoriano Rúben Pacheco Correia tem vindo a ser constantemente ameaçado, sobretudo, ao longo do dia de hoje, por telefonemas e mensagens nas redes sociais.

Em causa está um artigo de opinião que o jovem publicou, ontem, na sua página do Facebook acerca das eleições à presidência do PSD Açores, cuja votação ocorrerá no próximo dia 29 de setembro.

‘PSD/AÇORES: CHAMEM O 112!’ assim se intitula o artigo de Rúben que tem sido alvo de incitações de ódio, sobretudo por militantes do partido. Na sua publicação, o jovem aponta o que considera ser algumas das fragilidades do PSD/A, traçando um perfil dos candidatos à liderança da mesma e, consequentemente, revela o seu favoritismo para com Pedro Nascimento Cabral, apesar de também apontar algumas dificuldades deste candidato.

“Tenho recebido, frequentemente, chamadas em anónimo de pessoas que se intitulam militantes do partido a ameaçar-me fisicamente, a dizer, entre muitas coisas, que me vão perseguir”, revelou Rúben em declarações à MegaJovem.

A par das chamadas em anónimo, o jovem confessou que, pelo menos, um dos militantes que o ameaçou revelou a sua identidade e não ocultou o seu número. “A justiça vai tomar conta do processo. Já apresentei queixa contra essa pessoa que se identificou e me ameaçou”, afirmou, garantindo que a chamada foi colocada em alta voz na presença de outras pessoas.

Na sequência de todas as ameaças, o jovem decidiu afastar-se dos social democratas.

“A partir de hoje deixam de contar com mais uma voz dissonante dentro da estrutura. Como está escrito no nosso brasão: ‘antes morrer livres que em paz sujeitos’. Torno pública a minha morte para o partido. Jamais regressarei ao PSD”, adiantou.

Rúben Pacheco Correia concluiu que toda a situação revela o estado de decadência em que o PSD se encontra nos Açores e no país. “É com base em todas essas ameaças e perseguição, que põem em causa a liberdade de expressão, que eu saio do partido”, concluiu.

PSD/AÇORES: CHAMEM O 112!

No próximo dia 29 de setembro os militantes social-democratas dos Açores irão eleger o seu próximo líder, depois de Duarte Freitas ter recuado na sua intenção de se recandidatar, consequência da apresentação pública da candidatura de Pedro Nascimento Cabral.

Alexandre Gaudêncio aparece depois, preconizando uma candidatura de emergência. Os chamados “tachistas” ou, numa definição mais refinada, os carreiristas partidários, liderados então por Duarte Freitas – ele próprio carreirista há mais de 20 anos (saltando de parlamento em parlamento) – viram na candidatura de Nascimento Cabral uma ameaça aos seus lugares. Isto porque logo no seu discurso inicial, Pedro Nascimento Cabral discursou contra esta estirpe que vem apodrecendo a laranja social-democrata dos Açores.

A meu entender, são eles nomes como: António Marinho, Bruno Belo, Duarte Freitas, Luís Maurício, no Parlamento Regional, António Ventura e Berta Cabral, na Assembleia da República, Flávio Soares, Eunice Sousa e os fantasmas Daniel Pavão e Cláudio Almeida, na JSD, aliás todos eles apoiantes de Gaudêncio, comprovando, assim, o exposto em epígrafe. Ou a nível autárquico, como Pedro Furtado em Ponta Delgada ou a Sabrina Furtado em Vila Franca, que já foi para Assembleia Regional para se preparar para fazer a ponte no Parlamento, caso Alexandre Gaudêncio vença as eleições.

Quanto aos TSD o líder ainda não se pronunciou, mas a mim parece-me que anda a piscar olho a ambos os candidatos, para ver se é desta que deixa a Domingos Rebelo. Mas pior do que ele, foi mesmo Bolieiro que se revelou um político sem caráter, atraiçoando Pedro Nascimento Cabral, tendo dado o “dito por não dito”. Aliás, Bolieiro é um flop, tal como Gaudêncio, mas perfumado com colónia para garantir um ar mais chique. Arrisca-se a ficar sem a Câmara Municipal de Ponta Delgada nas próximas eleições.

Nascimento Cabral apresenta-se a eleições com um projeto político e Gaudêncio com um sorriso, um beijo e um abraço. De um lado, apontam-se problemas da Região, mas também não se apresentam grandes soluções. Do outro lado, exibe-se pelas paredes das sedes um powerpoint, com um projeto mais virado para a estrutura, apenas com três propostas: Academia de Poder local, Gabinete de Apoio ao Militante e Mulheres Social-democratas. Quem observa as candidaturas pelos projetos, pensa que um é já líder da oposição e outro candidato à JSD ou a uma Associação de Estudantes.

Nascimento Cabral quer que as bases escolham os seus deputados, e eu concordo. Quer, ainda, apresentar uma Moção de Censura ao Governo. Arriscado para quem ainda não sabe se terá o apoio do grupo parlamentar. Vê a evolução dos Açores para um Estado Federado, mas ainda terá que nos explicar melhor isto.

Defende um Círculo Eleitoral para os Açores nas Eleições Europeias (aliás, como Paulo Estevão já vem a defender desde 2000) e não quer mais independentes nas listas do partido. Ora, este é um ponto sensível: a sua mandatária regional é a Deputada Europeia Sofia Ribeiro, candidata independente, que se tornou militante depois de ser eleita.

Claro que o leitor que me lê dirá que é fácil ser-se militante a ganhar 15 mil euros por mês, graças ao partido. Difícil são os nossos militantes de base mais humildes, agricultores e pescadores, que erguem a bandeira ao ar e a mão ao peito, gritando alto “Paz, Pão, Povo e Liberdade”, distribuindo panfletos e colando cartazes e que, muitas vezes, são censurados a nível local por isso. Mas eu diria que o leitor está a ser mauzinho e eles dirão que está a ser “populista” ou “demagógico”, usando o terminologia que eles gostam de utilizar, a não ser que seja o deputado Jaime Vieira que certamente não saberá pronunciar estas palavras.

Talvez nem seja necessário referir, também, que a Sofia foi um dos rostos de uma das cinco derrotas que tanto apontamos (e com razão e legitimidade) a Duarte Freitas.

Mas do outro lado, está Espanha: de onde se diz que “nem bom vento, nem bom casamento”. Apesar de algumas das propostas apontadas pelo candidato Pedro Nascimento Cabral serem suscetíveis de uma análise mais aprofundada, pela existência de certa incoerência em algumas delas, a verdade é que de Alexandre Gaudêncio nenhuma proposta ou preocupação. Será que está a seguir a máxima de “boca calada faz boa sopa”? Ou pretende ser o Marcelo dos Açores, numa versão muito mais rasca e sem fundamentação intelectual? Teremos aqui o candidato que, pela simpatia, pelo sorriso, pela lágrima fácil, pelo toque ou pelo abraço, pelo balde de tinta ou pelo saco de cimento, pelo rendimento social de inserção ou pelo favorecimento, pretende lá chegar? Acho que é mais por aí.

Se gostamos de criticar o Partido Socialista dos Açores, acusando Carlos César de ser o Presidente fantasma e Vasco Cordeiro o seu querubim, vamos querer agora fazer o mesmo com Gaudêncio em Presidente e Duarte Freitas na sombra?

Enfim. Um ganha no tribunal, outro ganha na rua. A diferença é que os eleitores não são juízes e, na política, na maioria das vezes, a sentença é dada pelo próprio arguido, sob interferência de um terceiro, o Sr. Caciquista. Viva o PSD? Não, assim não.

Artigo de opinião de Rúben Pacheco Correia, jovem empreendedor, escritor e estudante na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

LUMINA 2018 sob temática ‘Cores e Formas’

O Pestana Cidadela Cascais Pousada & Art District é um dos palcos escolhidos para a sétima edição do LUMINA, com a apresentação do ‘Colours and Forms’, um espetáculo de multimédia do ateliê OCUBO, que se realiza de 21 a 23 de setembro.

Trata-se de uma projeção a 360º que explora a evolução das formas através de videomapping, música ao vivo pelos The BLKBRDS e dança dos JUKEBOX em tributo ao tema desta edição: ‘Cores e Formas’.

A Polónia é o país convidado do LUMINA 2018 que se dará a conhecer aos visitantes através da obra do artista polaco Robert Sochacki e da gastronomia e cultura com a Polish Corner.

As ruas de Cascais voltam a iluminar-se, ao longo de três dias, com este evento gratuito que integra projetos interativos, instalações artísticas e experiências imersivas e sensoriais, da autoria de reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

Gonçalo Rodrigues em destaque no Jet-ski

O atleta do Clube Náutico de Lagoa, Gonçalo Rodrigues, consagrou-se campeão regional de Jet-ski na classe de ski seniores.

O jovem venceu a quinta e a sexta provas que foram disputadas em Ponta Delgada, tendo alcançado um total de 250 pontos na classificação final que resultou de seis provas.

As últimas duas provas incluíram a participação de 25 atletas de três ilhas açorianas, designadamente São Miguel, Terceira e São Jorge.

O Município de Lagoa congratula Gonçalo Rodrigues pela conquista do título regional que dignifica o atleta, “o clube lagoense e eleva o nome da cidade de lagoa a um patamar superior em termos desportivos”.

Luísa Amaro no Museu do Oriente

A 28 de setembro, pelas 21h00, Luísa Amaro irá apresentar ao vivo no Museu do Oriente o seu novo álbum de guitarra portuguesa intitulado ‘Mar Magalhães’.

O novo álbum constitui-se como uma homenagem ao navegador português que efetuou a primeira viagem de circum-navegação.

A guitarrista e compositora será acompanhada pelos músicos Gonçalo Lopes, no clarinete baixo, Paulo Sérgio, no piano, Heloisa Monteiro, na guitarra clássica, Leonor Padinha, vocalista, e João Mota, no cavaquinho.

“Tocar é a minha forma de dialogar com o mundo. A música tem de ser um meio de contar histórias. É desta forma que surge mais uma viagem, neste caso, em homenagem ao feito de Fernão Magalhães”, explicou a artista acerca do seu novo trabalho.

Luísa Amaro assume-se como a primeira mulher guitarrista profissional de guitarra portuguesa. Estudou guitarra no conservatório nacional de Lisboa e prosseguiu estudos em Barcelona.

Vídeo ensina crianças a prevenir o enfarte

A Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) vai promover um vídeo de prevenção do enfarte agudo miocárdio em escolas a nível nacional.

A iniciativa destina-se a crianças entre os cinco e os dez anos, assinalando as comemorações do Dia Mundial do Coração.

“Acreditamos que se ensinarmos as crianças desde muito cedo a compreender a gravidade do enfarte agudo do miocárdio e como podem prevenir esta doença, estaremos a contribuir para a educação e promoção da saúde e para que, no futuro, se transformem em adultos mais saudáveis”, explicou João Brum Silveira, presidente da APIC.

O vídeo tem por intuito a transmissão de mensagens passíveis de melhorar a prevenção da doença, bem como, incentivar os mais novos a encorajar os pais a adotar comportamentos mais saudáveis.

O enfarte agudo do miocárdio ou ataque cardíaco ocorre aquando da obstrução de uma das artérias do coração, prejudicando o músculo cardíaco por falta de oxigénio e nutrientes.

A obstrução é, regra geral, causada pela formação de um coágulo devido à rutura de uma placa de colesterol. Os sintomas mais comuns são a dor no peito, por vezes, com irradiação ao braço esquerdo, costas e pescoço. Suores, náuseas, vómitos, falta de ar e ansiedade são outros dos sintomas.

A APIC assume-se como uma entidade sem fins lucrativos que em Portugal está a promover a campanha Stent Save a Life – Não perca tempo, salve uma vida’, visando melhorar a prestação de cuidados médicos ao doente com enfarte.

VI Feira de Ocupação de Tempos Livres na Lagoa

Entre as 13h30 e as 17h do próximo sábado, no âmbito da sexta edição da Feira de Ocupação de Tempos Livres, na Escola João Padre José do Amaral – Fisher, decorrerá a inauguração das obras de beneficiação do município de Lagoa.

As obras visam o aumento da segurança e da proteção das crianças e jovens da referida escola, nomeadamente a construção de um apeadeiro e abertura de um portão com acesso à zona de estacionamento do autocarro.

Cristina Calisto, presidente da Câmara Municipal de Lagoa, irá proceder à entrega de diplomas de mérito aos estudantes da Escola Básica de Lagoa, finalizando a sua participação com uma visita à feira.

A Feira de Ocupação de Tempos Livres tem por intuito conhecer todas as atividades existentes no concelho em que as crianças e jovens podem-se inscrever para ocupação de tempos livres.

Os participantes poderão usufruir de diversos jogos, atividades, experiências e pula-pulas, sendo que este ano um elevado número de entidades estará representado.

Na qualidade de instituições presentes na iniciativa surgem, por exemplo, o Clube Desportivo Operário de Lagoa, o Clube de Ténis Cidade de Lagoa, o Centro de Karaté de Lagoa, a Sociedade Filarmónica Lira do Rosário, entre muitas outras.

 

SEAT Arona em destaque no Azores Airlines World Masters Championships

O Azores Airlines World Masters Championships, um dos eventos de surf mais relevantes do país, tem a SEAT como patrocinadora e o Arona como carro oficial.

Na praia de Santa Bárbara, no concelho da Ribeira Grande, estarão em competição personalidades mundiais do surf, designadamente da Austrália, Estados Unidos da América, Brasil, Portugal e África do Sul.

A iniciativa prolonga-se até ao dia 23 de setembro, sendo que nesta edição o prize-money é igual para homens e mulheres.

Tal como nas edições anteriores, estarão presentes no local atores e outras figuras públicas, numa Surf Trip organizada pela SEAT.

Abertas inscrições para o programa Escola+Desporto

Estão abertas as inscrições para o programa Escola+Desporto dinamizado pela Câmara Municipal da Madalena, numa ótica de incentivar a prática desportiva.

O programa, a ser aplicado nas escolas primárias do concelho, integra sessões quinzenais de exercícios, adaptados às exigências e capacidades físico-motoras de cada grupo, com duração de uma hora.

Combater o sedentarismo, considerado a doença do próximo milénio, e fomentar o desporto infantil e pré-competitivo constituem-se como os objetivos da iniciativa.

As inscrições podem ser efetuadas na Câmara Municipal da Madalena ou nas escolas primárias.

Concerto solidário no Coliseu Micaelense

A 13 de outubro, pelas 21h30, decorrerá um concerto solidário denominado ‘Luís dos Anjos e Amigos’, sendo que receita irá reverter para instituições que apoiam crianças e jovens do concelho de Ponta Delgada.

A iniciativa, organizada por Luís dos Anjos e pela Câmara Municipal de Ponta Delgada, irá englobar diversos géneros musicais, alargando-se, também à poesia.

A par de Luís dos Anjos, irá atuar a Orquestra Ligeira de Ponta Delgada, os Tunídeos – Tuna Masculina da Universidade dos Açores, Alda Fernandes, Ana Sofia Anjos, Ângela Dâmaso, Carolina Rocha, Eliseu Silva, Jorge Valério, Mário Fernandes, entre muitos outros.

Três instituições de apoio a crianças e jovens serão contempladas com os valores da bilheteira, com donativos e outros prémios conferidos por outras organizações por via de sorteios que serão efetuados no decorrer do espetáculo.

Os ingressos para o concerto estão disponíveis na bilheteira do Coliseu Micaelense e em bol.pt, pelo valor de dez euros. É, também, possível efetuar doações por envelope.

 

×