Suzete Frias, diretora regional de Prevenção e Combate às Dependências, elogiou o papel desempenhado pelas equipas de saúde escolar, no âmbito da VIII Feira da Saúde realizada na Escola Secundária da Ribeira Grande.

Na ótica da diretora regional, as equipas mencionadas contribuem para a tomada de decisões favoráveis à saúde das crianças e jovens, bem como, para a prevenção de comportamentos de risco.

“O contexto escolar, além da função pedagógica, tem também uma função social voltada para a transformação da sociedade, para o exercício da cidadania e para o acesso às oportunidades de desenvolvimento e de aprendizagem, fundamentos que justificam o papel das equipas de saúde escolar, com uma taxa de cobertura de 100% nas escolas” – salientou a diretora regional.

No que respeita à Feira da Saúde, Suzete Frias adiantou ser um mecanismo de aprendizagem, onde a saúde pode ser considerada um “direito de cidadania”.

“É necessário envolver os alunos, a comunidade escolar em geral, trabalhar os valores, as crenças, os mitos e as representações que se tem do que é ser saudável e das múltiplas faces do estar saudável” – concluiu Suzete Frias.